Programação do Sesc para Abril Indígena valoriza presença guarani em São Paulo

Mostras, shows, livros, danças, oficinas e visitas guiadas às aldeias propõem discussões sobre os conhecimentos tradicionais e suas relações com o contexto urbano

Durante todo o mês de abril, 39 unidades do Sesc receberão uma programação extensa sobre os povos indígenas, com mais de 300 atividades distribuídas entre a capital, o litoral e interior do estado paulista. Parte da programação é fruto da parceria do Centro de Trabalho Indigenista (CTI) com as terras indígenas Tenondé Porã e Jaraguá, localizadas na zona norte e no extremo sul do município. Dentro de uma das maiores metrópoles do mundo, os quase três mil Guarani que vivem em São Paulo afirmam outra forma de existência possível, que o público na cidade poderá conhecer e se aproximar durante as diversas atividades culturais presentes na programação.

Do lançamento de um CD de cantos tradicionais a um show de rap, de uma versão guarani do “masterchef”, atividade de culinária tradicional, a um livro sobre seus milhos e outros cultivos tradicionais, de filmes que mostram manifestações na cidade àqueles sobre animais e seres da floresta, a iniciativa pretende discutir a complexidade da cultura guarani, que perpassa a tradicionalidade, mas também vê no intercâmbio com a cidade a possibilidade de apropriação de ferramentas para fortalecerem a resistência frente aos retrocessos políticos que ameaçam seu modo de vida. A exemplo, a programação se inicia com oficinas em que os próprios Guarani ministram sobre cinema indígena e comunicação nas redes sociais.

Confira a programação completa aqui.