Quem somos

Centro de Trabalho Indigenista – CTI 

é uma associação sem fins lucrativos, fundada em março de 1979 por antropólogos e indigenistas. É constituído por profissionais com formação e experiência qualificadas nas mais variados campos e comprometidos com o futuro dos povos indígenas. Tem como marca de sua identidade a atuação direta em Terras Indígenas por meio de projetos elaborados a partir de demandas locais, visando contribuir para que os povos indígenas assumam o controle efetivo de seus territórios, esclarecendo-lhes sobre o papel do Estado na proteção e garantia de seus direitos constitucionais

Linhas de Ação

Procurando atender demandas específicas, articulamos diferentes linhas de ação definidas segundo o contexto político e social da sociedade indígena.

Controle Territorial e Gestão Ambiental

  • Monitoramento da regularização fundiária – Envolve atividades de apoio ao Estado para a identificação e a delimitação das Terras Indígenas e o acompanhamento da regularização fundiária. Apoia as manifestações indígenas pelo reconhecimento de seus territórios e de suas formas próprias de organização e investe na formação dos índios sobre direitos constitucionais, políticas públicas, legislações indigenista e ambiental.
  • Gestão Ambiental – Consiste no apoio às formas de manejo sustentável e no implemento de ações de recuperação e/ou conservação ambiental considerando a Política Nacional de Gestão Territorial e Ambiental nas Terras Indígenas do Estado brasileiro.
  • Alternativas econômicas sustentáveis –Promove alternativas de desenvolvimento adequadas às necessidades internas das comunidades e à realidade local, incentivando o controle e o uso exclusivo dos recursos naturais das Terras Indígenas. Investe no repasse de tecnologias simples e não-predatórias para coleta, processamento e comercialização de produtos selecionados em acordo com critérios ambientais, sociais e econômicos.

Afirmação Étnica e Referência Cultural

  • Educação Escolar – Contribui para a manutenção das práticas socioculturais das sociedades indígenas habilitando-as a elaborarem seus próprios modelos de futuro. Realiza projetos voltados à implantação de escolas, à formação de professores indígenas e à produção de materiais didáticos que atendem às realidades indígenas. Busca ampliar as discussões e avaliações sobre as políticas públicas de educação escolar e indígena vigente.
  • Ações e Projetos Culturais – Estimula uma série de ações dirigidas à afirmação cultural dos povos indígenas. Promove intercâmbios variados que dinamizam a circulação de informações, notícias, conhecimentos e técnicas e investe na realização de rituais e encontros. Realiza projetos para habilitar pessoas indígenas no registro audiovisual, na documentação e na difusão de suas expressões estéticas, de suas histórias e cosmologias, de modo a garantir às futuras gerações indígenas o uso e a valorização seu patrimônio cultural e intelectual.

Premissas de Atuação

  • Compromisso de longo prazo com os povos indígenas com que trabalhamos;
  • Conhecimento sobre a realidade social e política dos povos indígenas com os quais atuamos
  • Valorização e fortalecimento dos padrões sociais e culturais próprios dos povos indígenas;
  • Atuação conjunta com os índios na identificação das demandas e na implementação dos projetos;
  • Independência em relação ao Estado e Igrejas.